Quatro Modificações Alimentares Pra Receber Mais Saúde

O Desafio Da Cintura A4 E Novas Dietas Perigosas Para a Saúde


Uma nova moda está agitando a internet pela China. Milhares de jovens aceitaram a proposta, que fez grande sucesso no povo. O jornal chinês People’s Daily citou se tratar de "um estímulo pra permanecer em forma", e a imagem da atriz Zhang Li aderindo à ideia viralizou nas redes sociais. Mas, muitas pessoas alertaram as mulheres explicando que essa "moda" coloca em risco a saúde e reproduz uma imagem irreal do organismo feminino.


Os críticos do "desafio da cintura A4" começaram a anunciar imagens segurando, em vez da folha em branco, seus diplomas universitários como resposta àquela "tendência". O caso gerou polêmica, e até mesmo as autoridades chinesas entraram no debate. No entanto essa não é a primeira vez que esse tipo de desafio é questionado. A BBC listou outros cinco exemplos e os riscos que eles oferecem à saúde. Neste estímulo - também nascido e popularizado pela China -, a ideia era comprovar se alguém estava ou não suficientemente magra.


Pra cumpri-lo, as pessoas tinham que anunciar uma imagem com os braços dando a volta pela cintura e as mãos alcançando o umbigo. A tendência fez sucesso principalmente pela plataforma chinesa Weibo, que em junho de 2015 prontamente era usada por mais de 130 milhões de usuários. Alguns médicos do nação disseram que a "moda" fomentava transtornos alimentares e distorcia os padrões de boniteza da sociedade. BBC Jolene Tan, diretora de intercomunicação de uma ONG dos direitos das mulheres de Singapura.


Essa dieta, que começou a ser difundida no início do século vinte, consistia em ingerir parasitas para tentar perder peso. Quem seguia a dieta necessitava comer ovos de lombriga ou solitária, normalmente em maneira de pílulas. Na suposição, os vermes alcançariam a maturidade dentro dos intestinos humanos, absorvendo a comida. Isso circunstância uma perda de calorias, contudo também gera diarreia e vômitos. Segundo os médicos, a dieta é perigosa em muitos sentidos.


link com mais detalhes


Não apenas pelo motivo de a lombriga podes desenvolver-se até nove metros de comprimento, entretanto assim como por causa de poderá causar diversas doenças, incluindo problemas de visão, meningite, epilepsia, demência e intensas dores de cabeça. A obsessão por ter uma cintura bastante fina não é nova. Ao desfecho do século 19, nasceu outra tendência que se contou muito popular: o espartilho de cintura de vespa.


As mulheres da era vitoriana precisavam usá-lo para ter um copo de modo de ampulheta. Entretanto corriam risco de prejudicar órgãos internos e deformar suas costas, já que a cintura ficava reduzida a quarenta centímetros. Essa tendência de imediato voltou à moda, e imensas mulheres passaram a utilizar faixas muito justas em torno da cintura por muitas horas ao longo dos exercícios. Você poderá visualizar outras conteúdo sobre isso http://www.news9.com/story/37569723/colastrina-the-botox-in-capsules-that-helps-rejuvenate-skin .Ash Mosahebi, cirurgião plástico do hospital Royal Free, de Londres. Com a Revolução Industrial, o emprego da borracha ou do látex se popularizou e virou matéria-prima até de roupas. Pensava-se que a borracha, além de disfarçar as "gordurinhas", causava maior transpiração e levava, desta maneira, à perda de gordura.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *